CONHECIMENTO, COMUNICAÇÃO E PUBLICAÇÕES

A Rede Comuá produz e publica conhecimento sobre o campo por meio do desenvolvimento de pesquisas, divulgando também também produções de parceiros que atuam no setor. Artigos, e-books, relatórios,  documentos de trabalho, podcast e vídeos, entre outros, são produzidos pela equipe da Rede e atores do campo da filantropia de justiça social, contribuindo para o debate e a disseminação de conceitos e do fazer dessa filantropia. 

Esse material permanece acessível a qualquer pessoa interessada na biblioteca virtual da Rede e também no blog.

A comunicação é ponto fundamental para a estratégia de incidência, traduzida em publicações, campanhas para as redes sociais, compartilhamento de oportunidades e de ações das organizações membro. As redes sociais da Comuá demonstram a vitalidade desse ecossistema em expansão no Brasil, sendo um espelho da atuação e da transformação promovida pelos fundos e fundações comunitárias.

Desde o ano 2018, a Rede vem desenvolvendo uma pesquisa anual voltada para mapear a atuação das organizações membro, principalmente com foco nas ações de grantmaking, apoio, doações, parcerias, áreas temáticas e públicos participantes. 

O selo Doar para Transformar foi lançado em 2021 e idealizado pela Rede Comuá no âmbito do Programa Doar para Transformar, com apoio da Cooperação Holandesa. Com ações voltadas ao fortalecimento da filantropia comunitária e da justiça socioambiental, o programa desenvolvido no contexto da Comuá terá a finalidade de fortalecer essas agendas junto com diversos parceiros em nível local, regional e internacional, buscando promover debates e desenvolver iniciativas sobre liberdade de expressão e cultura de doação junto com os seus membros, atores e parceiros envolvidos.

Nesse sentido, o selo Doar para Transformar busca promover um espaço de reflexão e debate a partir da produção de publicações que promovam a filantropia comunitária e de justiça social como estratégia para alcançar o desenvolvimento liderado pelas comunidades, fortalecendo a reivindicação de direitos, com foco em minorias políticas. O selo visa abarcar materiais de trabalho, publicações de debate teórico, de fortalecimento de capacidades e compartilhamento de experiências, com acesso e distribuição gratuitos e com tradução para outros idiomas.